A vereadora de Eliana Gomes (PCdoB) protocolou na última segunda-feira (13) Projeto de Indicação (Nº71/2017) que propõe a criação do Programa “Mestres da Cultura Tradicional e Popular de Fortaleza”. A iniciativa destaca a necessidade de dar ênfase à memória viva dos fortalezenses que são reconhecidamente difusores do patrimônio imaterial, da história e da identidade, e que atuam no repasse de seus saberes e fazeres às novas gerações.

De acordo com a parlamentar, a proposição segue a receita de programa estadual semelhante, que foi criado em 2013, na gestão da então Secretária de Cultura do Ceará, Cláudia Leitão. “Queremos ampliar a possibilidade de reconhecimento para essa gente que tanto fez e faz por nosso povo da Capital, cultivando em suas vidas os valores da tradição e das várias manifestações populares e artísticas”, destaca Eliana Gomes.

Pela proposta, a pessoa reconhecida como mestre terá direito à diplomação solene, ao auxílio financeiro para a manutenção e fomento das atividades culturais, e à preparação técnica para a realização de oficinas e cursos.

Entre os critérios para ser agraciado com o título de Mestre da Cultura está a relevância da vida e obras; a permanência na atividade e capacidade de transmissão dos conhecimentos artísticos e culturais; o reconhecimento público das tradições culturais desenvolvidas; e a larga experiência e vivência dos costumes e tradições culturais.

Entre as atividades que estes representantes podem ser exercer, está o bumba meu boi; o maracatu; as quadrilhas juninas; o Reisado; a jangada; as danças e folguedos populares; a capoeira; os violeiros; os repentistas e outros.

Outras informações:
Rafael Mesquita – Assessoria de Comunicação (85 – 988675620)